segunda-feira, 25 de junho de 2018

"Seja tu a luz de sua própria consciência."

Resultado de imagem para wesak lua de buda

Atravessei a rua louca e moderna,
Desse tempo de tantos objetos e coisas artificiais
Que não sabemos mais o que é o mundo natural;
Coisas como a escuridão da noite e os vaga-lumes no quintal.
Gosto da luz do dia, e gosto mais ainda da escuridão da noite, 
Quando as portas dos céus e dos mistérios se abrem.

Atravessei essa rua 
E li em um panfleto essa frase, 
Vi um rosto, mas não sei a autoria:
"Seja tu a luz de sua própria consciência."   

J.Nunes

Arquivo do blog