domingo, 5 de fevereiro de 2012

Poesia Esotérica: Caminho e maturidade


Caminho e maturidade

Estou outra vez de partida,
Adeus juventude e suas ilusões,
Adeus meu romantismo tolo,
Adeus espetáculos e encenações de vida,
Adeus amizades e vícios,
Adeus alegrias confusas,
Adeus tolices amorosas,
Adeus ao jovem em mim,
Adeus subjetividade exibicionista,
Adeus encenação de ser.
Estou outra vez de partida;
Vou por caminhos desconhecidos
Nunca antes caminhados
Vou por águas perigosas
Nunca antes navegadas,
Estou indo a caminho
De minha verdade interior.

Jonas Corrêa Martins
J.Nunez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares