segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Poesia esotérica




Mística

Compreendi o mundo,
Compreendi meu tempo...
Me compreendi um pouco.
Para tanto, afundei nos infernos interiores,
Fui muitos nas dimensões mentais,
Fui muitos na vida prática,
Perdi a mística,
Cai na pragmática.

Misteriosa!
Agora que estou mais preparado;
Deixo todos que fui,
Sou um miserável aos seus pés.
Te peço que me devolva à mística...
Porque somente com a devoção
Sou digno de tua presença e do teu amor.

Jonas Corrêa Martins
J.Nunez

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares