segunda-feira, 2 de fevereiro de 2015

Poesia esotérica de Saulo Menezes Castro



O silêncio é a única certeza 

Pensar involuntariamente
É adiantar as incertezas do que virá:
O sofrimento e a alegria.
Ou adiar as incertezas do que virá,
Deixando sempre para amanhã...
O que poderia acontecer agora na alma
E no silêncio interior.

O acontecimento e a ação não corresponde
As expectativas e os caprichos do pensar,
O pensamento está sempre adiando a manifestação da alma,
Que é a nossa fonte de verdade e certezas.

O pensar involuntário
É sempre a incerteza do que virá.

O silêncio é a única de certeza do momento...
Pensar é adiar o caminho interior para o eterno amanhã.

Saulo Menezes Castro
J.Nunez 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares