terça-feira, 28 de abril de 2015

Poesia holística

botticelli_birth_venus

A eternidade da beleza

A beleza da flor
Se perpetua em outras flores,
A beleza da mulher
Se perpetua na beleza de outras mulheres.
A beleza dos corpos se afunda na genética
E se propaga eternamente.

Sem precisar da beleza hereditária,
A grande ambição da beleza
É perpetuar a própria juventude e formosura...
Igual a uma linda feiticeira.

A beleza não seria frívola
Se ela se eternizasse no individuo,
Igual em uma deusa do amor e da beleza.

Saulo Menezes Castro

J.Nunez 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares