sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Poesia espiritualista

Exército de espectros

Fantasmas de todos os tempos
Assombram a minha casa interior.
Os pensamentos são inimigos, demônios,
Fantasmas vivendo o meu cotidiano, o meu instante...
Perturbando o meu dia e a minha noite.

O pensamento, a sensação, o sentimento
E a ilusão estão para esses inimigos
Como uma cortina que os esconde.
  
Sou um soldado contra um exército de espectros,
Sou um sacerdote contra uma legião de demônios,
Sou um contra todos...
Quando sou um,
Sou a essência e a consciência de ser.

J.Nunez


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares