domingo, 25 de setembro de 2016

guerra interior

Resultado de imagem para bucólico

Estagnação  

Fiquei a vida toda olhando
A paisagem estagnada e bucólica
Tentando me convencer  
Que realmente aprecio essa estagnação.

Descubro agora que fico desesperado
Com essa calmaria forçada.

No meu interior 
Sou muito mais violento e produtivo
Que essa paisagem estagnada 
E bucólica da minha vida.

Para não morrer de tédio,
Ou me afundar em um vício
Que me faça sair dessa estagnação,
Que me coloque na dinâmica do caos,
Vou para a guerra interior
E só sai dessa guerra vitorioso e morto,
Sou filho de Marte e Vênus,
Mas não sou o amor.

J.Nunes  



segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Segunda adolescências

A vida se processa de sete em sete anos,
Os astros trás a nossa vida
A segunda adolescências aos quarenta anos.
Tornamos maduros e revolucionário,
Queremos transformação...
Tornamos outra vez perigosos e destrutivos,
Sábios e construtivos,
Tudo depende de nosso nosso desenvolvimento adquiridos
Antes dessa segunda adolescência.
Do mesmo modo que a primeira adolescência
Depende da orientação e do desenvolvimento
Até essa primeira adolescência.

J.Nunes   20  - 09- 2016


Uma gota de silêncio

O silêncio é o pão e o alento
Da alma sedenta de Deus.

Depois de tantos descaminhos
Tudo que eu desejo é
Uma gota de silêncio
Na minha boca seca,
Na  minha garganta seca...

Uma gota de silêncio
Nesse deserto de existir
Me recompensa
De todo o tempo perdido
Na tentativa de ser.

Apenas uma gota,
Uma única dose de silêncio...
A cada dia.

J.Nunes

sábado, 17 de setembro de 2016

Poesia para o Reino dos Céus

Resultado de imagem para leveza do ser

Leveza

Acordei tão leve!
Deixei o peso de existir,
De ser, de não ser, o peso que me dei,
E que não era de minha obrigação...
Deixei o orgulho e a vaidade de ser e de não ser...
Fiquei tão leve que a alma parece deixar o corpo.

Agradeci a Deus pela leveza da minha vida.
A leveza é ser eu mesmo,
Sem o peso das ilusões, dos sonhos,
Da cobiça, dos orgulhos e das vaidades.

A leveza de ser você mesmo
Abre as portas para o Reino de Deus.

A minha vida tem sido a mesma,
Meu dia tem sido o mesmo:
Acordo igual a um bicho que sai da toca
Para procurar comida.
Toda a minha vida e os meus dias foram iguais,
Agora eu sei o quanto a vida é leve
E só me resta aprender, adorar e contemplar a criação.

J.Nunes     17-09-2016 

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

A leveza de ser

Aos pobres

Desapropriar-se

O reino do céu pertence aos pobres,
É preciso desapropriar-se de tudo,
É preciso deixar as vaidades e o orgulho de ser.

Ser isso ou aqui é abstrato,
Só podemos ser de fato e concretamente
Aquela consciência que está além da morte,
Dos sentidos e do mundo fisico.

Para ser e merecer o reino dos céus
É preciso desapropriar-se da ilusão de ser
E construir-se consciente,
Além da fronteira dessa ilusão de ser esse ou aquele.

A leveza da vida está em não ser nada,
Ser o que se é na consciência de ser a cada instante
E desapropriar-se das vaidades, do orgulho
E da ilusões de ser.

J.Nunes.  15-09-2016

quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Atração pelo mal

Não estamos prontos para o bem absoluto,
Por isso temos essa atração para o mal em porções,
Que pensamos estar sobre controle.

J.Nunes 

sábado, 3 de setembro de 2016

Como usar o fogo

Acenda o fogo
Só quando for usar o fogo;
Se não for usar o fogo mantenha o apagado
E fique em paz no corpo e na alma.

O fogo  depois de aceso consome,
Transforma, ilumina, aquece e destroi,
Por isso acenda o seu fogo
Quando for preciso transformar
 E iluminar o corpo e a alma.

Quando não é hora apropriada
Para o uso do fogo,
Use a meditação,
A vigilância e a morte do pecado.

J.Nunes

03-09-2016




Postagens populares