terça-feira, 4 de julho de 2017

´Coração da luz

Treva,
Escuridão,
Solidão
E terror;
Não tenho medo.

Vou em direção a luz,
A claridade está no fim do caminho.
Uma multidão  também caminha na escuridão,
Pensa que a treva é luz,
E caminha cada  vez mais para o coração das trevas.

Fiz esse poema
Enquanto encenava esse drama,
No teatro, nas correntes do trapezita.

J.Nunes  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares