sexta-feira, 21 de julho de 2017

Textura do coração.

Caminho sem pisar  esse chão
Onde sete serpentes mansas
Rastejam e se enrolam
Em um caminho longo e plano.

A unidade, o instante
Está no coração,
A mente é dispersa
Semelhante a um bêbado
Sempre alucinado.

O coração existe
Como existe um pedra, uma árvore...

Eu existo de corpo
Como qualquer outra coisa que existe
Sem a mente que perturba a alma,
A concentração  e a meditação.

Unidade é concentração no coração
Sem tempos, sem ladainhas da mente
E sem nada mais que a textura do coração.

J.Nunes   21-07-2017 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares