segunda-feira, 14 de agosto de 2017

O extraordinário dos outros

Acreditamos no fantástico e no extraordinário,
Desde que esse fantástico e extraordinário
Pertença a nossa crença e cultura.

Condenamos dizendo que é mentira, fantasia
E engano o fantástico e extraordinário
Que pertence a cultura e a crença
De outros grupos e povos.

No entanto, se o nosso fantástico, extraordinário
E surreal é uma verdade porque acreditamos que é verdade,
Porque o nosso grupo e a nossa cultura
Nos diz que é verdade,

Então porque também não haveria de ser verdade
O  que outros grupos, conceitos e culturas
Afirmam a seus membros como verdade.

Se observarmos bem
Veremos que nosso fantástico, extraordinário,
Maravilhoso, religioso, surreal, espiritual e místico
Pode ser mais longe e mais difícil de explicar com a logica
Racional que o extraordinário dos outros grupos, cultura e povos

J.Nunes 14-08-2017

sábado, 12 de agosto de 2017

Poesias Esotéricas Gnósticas

Gravidade na Alma

Me perdi em tanto querer,
Me procuro no silêncio
Que não consigo encontrar
Em meio a tantos propósito de ser
E de querer.

Quero que andar sempre dessa rota interior,
Quero estar sempre acompanhado
Por essa vontade de viver aqui dentro,
Com o centro de gravidade na alma,
E que tudo mais na vida, funcione
Por esse propósito.

J.Nunes  12-08-2017

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Elixir da vida eterna


Quando me falta o seu amor
E o calor do seu corpo
Minha alma adormece
Na frieza da rotina
E se torna fatigada e triste.

O seu amor põe
Meu sangue a correr,
E minha corpo a ferver.
Eleva o meu espirito ao céu,
Põe em rotação os meus chackas,
Põe desperta minha alma.

Meu corpo entra em erupção vulcânica,
Energizado
Pelo fogo do nosso amor.
Nunca esqueça de me dar o seu amor,
Sem o seu amor sou vela apagada,
E vulcão adormecido.


Sem o seu amor,
Sem o calor do seu corpo,
Sem o contato com sua pele e sua aura
Minha alma estagna e adormece,
O amor é fogo de vulcão, luz de sol,
Explosão de vida no corpo e no espirito,
Elixir da vida eterna.

J.Nunes   04-08-2017






terça-feira, 1 de agosto de 2017

Refúgio e fortaleza


Eu também procuro um remédio
Para minha fraqueza e minha dor,
Eu também procuro um refúgio
Que me faça esquecer esse clamor.

Aprendi na alma
Que o pecado e o vício
É uma cova sem fundo;
Quanto mais procuro em mim
Refúgio e alívio nas imperfeições
Mais eu quedo nessa cova sem fim.

Aprendi na alma
Que quanto mais procuramos por Deus nas aflições,
Quanto mais deixamos nossas paixões,
Mais alto subimos, mais compreendemos,
Mais perto dele ficamos.
Somente Deus é o meu alívio, o meu refúgio
E a minha fortaleza.

J.Nunes    01-08-2017

 O Senhor dos exércitos está conosco; o Deus de Jacó é o nosso refúgio.  Salmo 46

Postagens populares